Huilo Huilo dá mais um passo no projeto de preservação dos huemules

Reserva Biológica na Patagônia Chilena tem um Centro de Conservação da espécie, que corre risco de extinção; no mês de outubro, cinco huemules serão introduzidos em uma área maior

No começo da selva patagônica do Chile, marcado pelo clima úmido e pela diversidade da floresta tropical temperada, está localizada a Reserva Biológica Huilo Huilo. O projeto da Reserva é baseado no turismo sustentável, na integração da comunidade local e na conservação do meio ambiente. Quando se fala em conservação, um dos projetos emblemáticos criados por Huilo Huilo é o Centro de Conservação dos Huemules, espécie de cervo sul andino que corre risco de extinção.

O Centro existe há 10 anos, quando um casal de huemules foi retirado da Villa O’Higgins, na região de Aysén, e levado para Huilo Huilo, em Panguipulli, com o objetivo de povoar novamente a região de Los Ríos com este animal que tanto caracteriza o Chile. O processo de reprodução foi iniciado em 2005 e hoje existem 19 huemules no Centro. Eles vivem em uma área restrita, no entanto, no mês de outubro, cinco machos serão retirados desta área e ficarão livres em Huilo Huilo.

O projeto – O Centro de Conservação dos Huemules permitiu que muitas informações importantes sobre aspectos da biologia, ecologia e comportamento da espécie fossem levantadas e utilizadas para desenvolver as ferramentas de conservação. “Este é o único programa no mundo que conseguiu reproduzir esta espécie em um ambiente semi-controlado. Hoje temos informações sobre a nutrição ideal para os huemules, bem como podemos garantir saúde e segurança a eles”, comenta Rodrigo Mata, gerente comercial de Huilo Huilo.

A área restrita onde os huemules ficam atualmente se chama Pilmaiquén Pampa e tem cerca de 150 hectares. É um ambiente semi-controlado para protegê-los de predadores naturais da forma mais natural possível e com mínima intervenção humana. Neste complexo, existem medidas de segurança estritas para a entrada de pessoas.

No entanto, para dar mais um passo no objetivo de povoar novamente a região de Los Ríos com os huemules, o Centro de Conservação decidiu que, em outubro deste ano, cinco huemules machos deixarão o perímetro do Pilmaiquén Pampa e serão reintroduzidos em uma zona mais ampla: a Reserva Biológica Huilo Huilo, ocupando, portanto, uma área de 100 mil hectares. Eles serão monitorados e acompanhados todo o tempo para que seja possível analisar a adaptação.

“Este desafio envolverá a colaboração de vários órgãos do Estado, além de campanhas de educação ambiental na comunidade regional para assegurar o sucesso da iniciativa. Esta é a melhor forma de comemorar o décimo aniversário do retorno dos huemueles à região e temos certeza que teremos apoio de toda a comunidade, afinal, a restauração de ecossistemas é tarefa de todos”, completa Rodrigo Mata.

Sobre a Huilo Huilo– Localizada em pleno coração da selva da Patagônia do Chile, próximo ao vilarejo de Neltume (860 km de Santiago), a Reserva Biológica Huilo Huilo é um lugar mágico. Com mais de 100 mil hectares, abrange diversos ecossistemas, com uma riqueza de espécies nativas animais e vegetais. As opções de hospedagens vão desde hotéis de luxo até campings, todos com um diferencial arquitetônico que busca integrar a natureza local ao conforto. Além de atividades de esportes radicais, como tirolesa e rafting, a reserva ainda conta com o Bosque Nevado, um centro de neve ideal para iniciantes nos esportes de inverno. Mais informações pelo site  huilohuilo.com, ou no perfil da reserva no Facebook – www.facebook.com/HuiloHuiloBrasil.

Banner Formula 1_728x90

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s