ÁRVORE CENTENÁRIA É ATRAÇÃO EM PORTO DE GALINHAS

Baobá da região tem cerca de 400 anos
e um tronco de 4,5 metros de diâmetro

Árvore colossal trazida por africanos pode chegar até 6 mil anos de vida
Árvore colossal trazida por africanos pode chegar até 6 mil anos de vida

Conta-se que, na África, nos prenúncios da página mais sombria da história da humanidade – a escravidão humana –, um velho sacerdote tribal da aldeia Diola, muito venerado no Senegal, já no seu leito de morte, teria reunido na concha das mãos um punhado de sementes de baobás e as distribuído sob severas recomendações: Plantem! O trecho extraído da obra Pernambuco, Jardim de Baobás, dos autores Antônio Campos e Marcus Prado, remonta à origem da árvore africana que, ao chegar ao Brasil pelas mãos dos negros escravizados, encontrou terreno fértil para se proliferar em quase todo Nordeste brasileiro.

Em Pernambuco, ela é a árvore-símbolo do município do Ipojuca, que concentra a maior quantidade do espécime nativo já catalogado em todo território nacional. Orgulho para os habitantes da cidade e surpreendente para os visitantes de Porto de Galinhas, que se encantam pela atração majestosa e centenária.

Na Rua do Colégio, no distrito de Nossa Senhora do Ó, a 11 km de Porto de Galinhas e a 100 metros da igreja Nossa Senhora do Ó, está a maior espécime da região – com aproximadamente 400 anos e 4,5 metros de diâmetro em seu tronco. O baobá desenvolve-se em zonas sazonalmente áridas e pode atingir a idade avançada de 6 mil anos. Usada em cultos religiosos afrobrasileiros, a árvore é considerada sagrada e o seu corte é proibido.

Para curtir essas colossais atrações do balneário, vale a pena reunir os amigos e familiares num grande abraço. Mas é preciso mobilizar um grupo numeroso, pois o tronco é tão largo que o carinho pode ser realizado por 20 pessoas ou mais. A visita ao local também proporciona uma aula de história dos tempos da descoberta do Brasil.

O Porto de Galinhas Convention & Visitors Bureau apoia o governo do Estado de Pernambuco na preservação do baobá. “É um patrimônio histórico e um dos símbolos que realça a exuberância de nossa flora, capaz de cativar visitantes de todo o Brasil e também do Exterior”, comenta o presidente da entidade, Otaviano Maroja.

A Universidade Federal de Pernambuco, inclusive, está preparando um documentário sobre a história dos baobás. A produção vai abordar, entre outros aspectos, as quatro maiores espécies presentes no Ipojuca – em Nossa Senhora do Ó (um dos primeiros fora da África), na fazenda Gameleira, no Engenho Mercês (com uma cavidade em seu tronco, característica rara) e na então casa de Frederico Burle, hoje transformada em um empreendimento hoteleiro. O engenho, aliás, hospedou nada menos do que o imperador Dom Pedro II, entre os dias 10 e 11 de dezembro de 1859.

Além da grande beleza, os baobás fornecem alimento, água e matéria-prima para roupas, medicamentos, enfeites e doces. O caule gigantesco tem a capacidade de armazenar até 120 mil litros de água. É a perfeita união da utilidade sustentável com a beleza ecológica, da vitalidade com a longevidade. As folhas, as cascas e os frutos foram constantemente usados na alimentação e na medicina popular africana. A polpa do fruto, por exemplo, era aplicada como antitérmico, analgésico e antiinflamatório.

Sobre o Porto de Galinhas Convention & Visitors Bureau

O Porto de Galinhas Convention & Visitors Bureau iniciou atividades em dezembro de 2014. É uma associação privada sem fins lucrativos, congregando atualmente mais de 40 associados, que representam todos os segmentos ligados à atividade turística. Seus objetivos são a ampliação do número de visitantes e o aumento do tempo de estada no destino, por meio de ações de promoção, capacitação profissional, captação, geração e incremento de eventos de lazer e de negócios. Para isto, a entidade trabalha para integrar setores da sociedade em parcerias público-privadas, contribuindo para dinamizar o mercado de consumo e o desenvolvimento econômico local. Quinto destino de lazer mais visitado do país e o primeiro do Estado de Pernambuco, o balneário foi, por dez anos consecutivos, reconhecido pelos leitores da revista Viagem & Turismo como a melhor praia do Brasil.

Mais informações (81) 3552-1205
Siga no Facebook e Instagram (@curtaportodegalinhas)
Acesse www.portodegalinhas.org.br

Banner Web Checkin 2015_728x90

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s